30 outubro 2010

MALCATA : QUEIJARIA REABRE

   Queijaria de Malcata
 

A queijaria, encerrada há muito tempo, vai retomar a sua laboração já a partir do início do mês de Novembro. A APQSM ( Associação de Produtores de Queijo da Serra da Malcata ) assinou um protocolo com a Coopcôa ( Cooperativa Agrícola do Sabugal ) em que esta última entidade ficará responsável pela exploração da queijaria.
   Pode ler mais sobre o assunto aqui:
http://www.jornalaguarda.com/index.asp?idEdicao=373&id=20504&idSeccao=5129&Action=noticia
 
    Há quatro anos, em 2006, a queijaria estava em plena laboração:
    
    Esta reabertura é importante para Malcata e para o concelho do Sabugal.

27 outubro 2010

MALCATA: UMA RESERVA À ESPERA DA FÉNIX

Aí está o 1ºSeminário do Lince Ibérico em Portugal. É promovido pela LPN ( Liga para a Protecção da Natureza ) e patrocinado por muita gente poderosa. Esses que não descansaram enquanto não levaram para o Algarve a marca "Lince" que tanto custou e está a custar a Penamacor e ao Sabugal em transformar a RNSM  num pilar do seu desenvolvimento.
A LPN que tanto lutou pela criação da Reserva Natural da Serra da Malcata, andou pela Serra da Malcata a estudar, a planear e sempre com conclusões de que esta é uma área para preservar e a casa natural para o lince, afinal, foi de malas e bagagem para os ALLgarves e a Serra da Malcata seja o que o ICN quiser.
Actualmente a direcção da Reserva Natural da Serra da Malcata está em Coimbra. O Centro Nacional de Recuperação em Cativeiro do Lince Ibérico foi construído em Silves, as três zonas portuguesas para acolher os linces em habitat natural são uma no Baixo Guadiana, a segunda em Moura-Barrancos e a terceira na Serra do Caldeirão.
   E a Reserva Natural da Serra da Malcata, que foi criada com o objectivo de defender e preservar o Lince, fica de fora destas áreas de reintrodução? Eu sei que a região de Penamacor e do Sabugal têm uns Invernos frios e chuvosos. Mas, o lince sempre por aqui andou e não se queixou do frio, da chuva ou da neve.
   O poder e os lobbys conseguiram transformar Silves e arredores no local ideal para o lince. Penamacor, honra lhe seja feita ao Dr.Sarmento e ao Dr.António Cabanas, tudo têm feito para que a Serra da Malcata tenha a importância e o valor que realmente possui. O mesmo já não digo do Município do Sabugal e de quem por lá tem andado estas dezenas de anos. A Reserva Natural da Serra da Malcata é uma mina que aguarda a chegada da cápsula FénixII para ser resgatada do poder daqueles que em Lisboa ou em Coimbra
a têm mantido bem soterrada. Resta-nos apoiar o Dr.António Cabanas,ao participar na mesa redonda do 1º Congresso Português do Lince, com o tema "O Valor da Marca Lince" na próxima sexta-feira, convença esses poderosos que a Serra da Malcata ainda não ardeu, mesmo apesar de terem por lá crescido torres eólicas.

20 outubro 2010

SABER SER GRANDE SENDO PEQUENA




"Entrai filhos, vá sentai-vos aí e comei alguma coisa. Estai à vossa vontade".
Era assim que a Ti Irene nos recebia em sua casa. A sua alegria e a sua simpatia, mesmo de baixa estatura, fazem dela uma rainha.
Amanhã quando chegar à sua casa, não vou ver e ouvir a Ti Irene. Hoje de tarde passou a morar noutra casa, bem ao lado da minha mãe e por lá vai continuar a dizer o que muitas vezes me disse a mim.

NÃO AOS CALDUDOS GRATUITOS

   O mês de Novembro não tarda muito e já aí está. Este ano a Câmara Municipal do Sabugal em parceria com as Juntas de Freguesia baptizou o mês de Novembro como "Mês da Tradição e dos Sabores".
   E com este lema, durante todo o mês realizam-se várias actividades que vão desde as Feiras de Sabores, Feiras de São Martinho, Mega Magustos da Raia, Provas de Água Pé e de Vinhos, Matanças de Porco, degustação de cogumelos, mostra de doces e compotas locais...ou seja, as aldeias do concelho vão viver uns dias de folia, talvez para esquecer as amarguras da vida e do mau momento que o país atravessa.
   Malcata também vai ter o seu dia de festa. Ou vão ser dois? É que ao ler a AGENDA MUNICIPAL, editada pela Câmara do Sabugal, nos dias 6 e 7 de Novembro, na Aldeia de Malcata, vai ter lugar as Jornadas Micológicas, como se pode ler aqui na foto dessa mesma agenda:
Recorte da AGENDA MUNICIPAL
   
   Agora se formos consultar o sítio da Câmara Municipal do Sabugal, e observarmos atentamente o cartaz deste evento, ficamos informados que a Jornada Micológica de Malcata e a sopa de castanha -CALDUDO, se vai realizar no dia 6 de Novembro, ou sou eu que leio mal?
Cartaz oficial da C.M.Sabugal
   E  agora se lermos o folheto informativo deparamo-nos com este programa:
   E afinal, quem são os parceiros desta jornada em Malcata? Na agenda Municipal dizem que é a ACDM (Associação Cultural e Desportiva de Malcata). Mas no cartaz oficial da Câmara o parceiro passa a ser a Junta de Freguesia de Malcata. Claro, eu sei que estas coisas são pormenores, o importante é que as Jornadas se realizem, o caldudo seja apreciado por quem o comer. Fico é a pensar no real interesse que os organizadores têm e na atenção que dão à preparação destas actividades. 
   Todas as actividades são gratuitas para os participantes? Todos sabemos que hoje, nada é gratuito, nem almoços...tudo tem um preço. A Câmara e as Juntas de Freguesia têm dinheiro para pagar? É bom para quem participa, mas que raio, tudo sem pagar também é demais. Aqui, como nas auto-estradas, devia prevalecer a regra de "participante" logo "pagante", mesmo que pouco fosse. Sei de autarquias que o fazem. Porque não faz o mesmo a Câmara do Sabugal?

14 outubro 2010

29ºANIVERSÁRIO DA RESERVA DA MALCATA




Na Reserva Natural da Serra da Malcata no próximo sábado, dia 16 de Outubro,  vão decorrer dois passeios por esta área protegida dos concelhos de Penamacor e do Sabugal. Ao longo do dia vão decorrer dois passeios:  
   O primeiro inicia-se às 11h30 e vai seguir por mais de quatro quilómetros do percurso pedestre do Espírito Santo, na zona de Quadrazais. 
   O segundo inicia-se às 14h30 no Centro de Educação Ambiental da Senhora da Graça, situado junto ao paredão da barragem do Sabugal.
   Este “dia aberto” coincide com os 29 anos da criação da Reserva Natural da Serra da Malcata.

13 outubro 2010

OFÉLIA CLUB EM MALCATA: VERDADE OU MENTIRA

Apresentação do Ofélia Club(Foto Cinco Quinas)

   Em 26 de Setembro de 2008, Manuel Rito Alves, então presidente da Câmara Municipal do Sabugal, convocou uma reunião extraordinária para apresentar o projecto "Ofélia Club". 
   Estamos a 13 de Outubro de 2010 e para além da compra de terrenos não se vê mais nada. Há dois anos, quando o projecto foi apresentado, o povo de Malcata e todos as pessoas desta região aplaudiram os mentores deste empreendimento e toda a gente ficou com a ideia que o concelho tinha encontrado a galinha com os ovos de ouro e agora é que o seu futuro iria melhorar.
    De vez em quando a Câmara vai a Malcata e tem-se reunido com os proprietários dos terrenos. Desde o início que as pessoas têm mostrado disponibilidade e vontade em colaborar com a Câmara Municipal. Alguns mostram-se mais exigentes do que outros, mas nunca nenhum impediu o andamento do projecto. 
    Passados estes dois anos, será que a Câmara Municipal do Sabugal e a Junta de Freguesia de Malcata ainda acreditam na viabilização do Ofélia Club?
    A Existence, SA., representada pelo senhor António Guilhermino Baltazar Reis, filho de Manuel da Silva Reis e de Isaura Baltazar, natural do Sabugal, nascido em Novembro de 1950, ainda não apresentou nada em concreto. Certo e confirmado foi que este senhor foi acusado da prática de um crime de emissão de cheque sem provisão, praticado em 5-7-1993, conforme o revela o anúncio nº1888/2008, de 14 de Março de 2008, publicado no DR.nº53 Março 14, 2008 Parte D Tribunais e Ministério Público (http://dre.pt/pdf2sdip/2008/03/053000000/1134611347.pdf).
   Malcata, infelizmente, não é caso único em que a Existence não cumpre o que promete. Lembram-se do empreendimento idêntico que ia ser construído em Abrantes? E em Vila Real, em Castelo Branco, em Vila Franca de Xira...tinham uns Fundos e um banco a apoiá-los.
   O povo de Malcata, em particular os proprietários dos terrenos, merecem uma informação clara, séria e verdadeira quanto ao destino dos seus terrenos. As pessoas corresponderam aos pedidos da Câmara Municipal e até abdicaram dos seus bens patrimoniais porque puseram os interesses do concelho acima dos  seus próprios interesses. A transparência e a honestidade são valores muito enraizados na comunidade de Malcata. O mesmo estas pessoas exigem das entidades envolvidas neste processo, concretamente a Câmara Municipal do Sabugal e a Junta de Freguesia de Malcata.
   É urgente pôr as coisas preto no branco. E a pergunta a responder é esta:
   A empresa Existence,Sa., vai construir o Ofélia Club?

 

06 outubro 2010

ABRE O OLHO, ZÉ!

 

  Os políticos passaram a gritar durante todo o dia "Viva a República". Houve comemorações por todo o lado e muitas Câmaras Municipais elaboraram programas para que o povo participasse nos festejos. A maioria dos portugueses ficaram em casa e duvido até que tenham estado a assistir às comemorações pela televisão. Nalguns sítios foram mais os figurantes do que gente a ver, Com a situação política, económica e social que estamos a viver, o povo desliga-se cada vez mais destas festas e destes circos.

   "Sacrifícios para "todos" foi o título da crónica escrita pelo escritor/jornalista sabugalense Manuel António Pina, publicada no Jornal de Notícias de ontem ( 5-10-2010 ). No dia de festa, alguns não se distrairam e ajudam-nos a compreender algumas das nossas incompreensões. Ora leiam esta crónica e ficarão a saber como se pode ganhar muito dinheiro.
   Manuel António Pina também lê outros jornais, para além do JN. E leu, pensou e escreveu para nós lermos e muitos mais ficarmos a saber:

   "O"i" fez as contas e concluiu que o esforço de mil milhões de euros - sem contar com as reduções de benefícios fiscais - exigido pelo aumento de impostos anunciado por Sócrates será equitativamente dividido: os consumidores suportarão 93% e os bancos... 7%.

Só que os bancos acham 7% muito. Faria de Oliveira, presidente da CGD, já avisou que "é evidente" que os bancos repercutirão nos clientes os custos da nova taxa sobre o sector financeiro (se esta alguma vez vier, claro, a consumar-se). E, como seria de esperar, lá sairão os 7% igualmente do bolso dos consumidores.

O comentário a mais ingénuo, ou mais bem humorado, ao "aviso" de Faria de Oliveira foi decerto o do presidente da SEFIN que apelou à banca (cuja ganância e falta de escrúpulos está, como se sabe, na origem da crise) para que se preocupe com o interesse nacional, não se furtando a ajudar o Estado que, antes, nela enterrou em ajudas milhões dos contribuintes (no caso português, os 4,5 mil milhões metidos no BPP e BPN chegariam agora para, sem aumento de impostos, baixar o défice de 7,3% para 4,6%).

Ora a ajuda dos bancos ao Estado funciona assim: financiam-se no BCE, que está impedido de emprestar directamente aos Estados, a taxas de 1% e, depois, emprestam esse mesmo dinheiro ao Estado (só até Julho foram 12,9 mil milhões de euros) a 3% e 6%. Com amigos destes a ajudar, para que precisa o interesse nacional de inimigos"?

   Pode ler aqui:

02 outubro 2010

A FEBRE DA DANÇA CHEGOU A MALCATA



  Danças de Salão animam Malcata
         


Abriu em Outubro a Academia de Música e Dança do Sabugal. Graças à persistência da Associação Cultural e Recreativa do Sabugal, representada pelo Grupo Coral e de Cantares do Sabugal, que solicitou o apoio da Junta de Freguesia do Sabugal e da Câmara Municipal do Sabugal, todos têm agora onde aprender a ler, a tocar e a dançar. E Malcata vai também poder beneficiar das ofertas que a academia se propôs realizar. E é na sala da ACDM (Associação Cultural e Desportiva de Malcata) que vai decorrer a actividade DANÇAS DE SALÃO.
   As pessoas interessadas em aprender ou aperfeiçoar a Dança, devem inscrever-se e informar-se de todas as condições necessárias para frequentar as aulas.
   Para facilitar, as inscrições podem ser entregues ao professor Rui Chamusco, à Sandra Varandas e à Martine Coelho.
   Lembro que a Direcção Pedagógica da Academia de Música e Dança do Sabugal está sob a responsabilidade dos professores Gonçalo Pinto e Rui Chamusco ( nosso conterrâneo ).
   Também é bom que a Academia para além das aulas de música, solfejo e dança, vai periodicamente realizar audições públicas ( Natal, Páscoa e Final de Ano Lectivo) e participar nos eventos realizados pela CMS sempre que lhes seja solicitado.
   Felicito o professor Rui Chamusco e daqui envio uma valente e entusiástica salva de palmas pelo seu dinamismo, pela sua teimosia e pela disponibilidade sempre demonstrada quando estão em causa os verdadeiros valores da vida humana e comunitária.