24 fevereiro 2016

QUEREM DECAPITAR MALCATA?

  Bandeira da Freguesia de Malcata

    A aldeia de Malcata tem o nome da Reserva Natural da Malcata. Está enquadrada na área da reserva natural e o seu próprio nome identifica e liga com naturalidade aos valores que também habitaram e ainda habitam: o lobo, o coelho, o javali, a águia, o grifo, o tordo, o gaio, o esquilo, a raposa, a lebre, o lagarto...e o lince da Serra da Malcata. Para que serviram os 6 milhões de euros já gastos na Reserva Natural da Serra da Malcata? É incompreensível que se venha agora, da noite para o dia, afirmar que a Serra da Malcata está excluída do Pacto Nacional para a Reintrodução do Lince Ibérico? Como é que um Ministro do Ambiente afirma que a Reserva da Serra da Malcata tem o habitat favorável ao lince, mas que lhe faltam coelhos para se alimentar? Porque razões um presidente e um vice-presidente de Câmara (Município de Penamacor, sede da Reserva Natural da Serra da Malcata), se esmifraram para conseguir o aprovamento de mais uma Zona de Caça Municipal, se já existem quase uma dezena delas? Li que ambos gostam de caça e são caçadores e interessados na gestão de zonas de caça associativa!


   Em que país vivemos nós?


14 fevereiro 2016

A FONTE DOS AMORES EM MALCATA

 
Fonte dos namoros ( Fonte da Torrinha )


 Hoje em Portugal, muitos celebram o Dia dos Namorados, ou de São Valentim. O marketing comercial tomou conta desta data e de há uns dias para cá a sedução anda por todos os lugares. Dizem que é uma data especial e que celebra a união amorosa entre casais e namorados, é um dia para demonstrar ternura e afeição entre amigos.
   Noutros tempos, na aldeia de Malcata não se celebrava dia dos namorados. E era preciso ir até à Torrinha para garantir momentos românticos e de galanteio. Ali se situa a Fonte da Torrinha e era o local usado pelas raparigas e rapazes como oportunidade de namorar.
   As raparigas faziam fila para levar a água da fonte e enquanto o faziam, os rapazes apareciam ali pelo largo da Torrinha e à volta dos tanques, para vê-las passar com os cântaros de barro à cabeça e poderem dar dois dedos de conversa. E muitos namoricos ali começaram, às vezes até se esqueciam das horas e quando chegavam a casa ouviam o que não queriam ouvir.
   Outros tempos com outras histórias e outras memórias…

03 fevereiro 2016

CONCURSO NACIONAL DE FOTOGRAFIA DA MALCATA


   Cartaz do 1ºConcurso Nacional de Fotografia
da Malcata


   A Associação Malcata Com Futuro ( AMCF ) e a Associação Cultural e Desportiva de Malcata (ACDM), lançaram o 1ºConcurso Nacional de Fotografia da Malcata, subordinado ao tema "Malcata, as suas gentes e o seu território-serra,barragem, flora.
   O concurso visa a promoção e a divulgação do território da Malcata, o seu património imaterial, as suas belezas naturais, o seu património de recursos renováveis ( biomassa, barragem e parque eólico).
   Com esta iniciativa, as duas associações pretendem sensibilizar as pessoas para a importância do território da Malcata, das pessoas que nele vivem, dos seus usos e costumes e valorizar e preservar a paisagem e o património da Malcata, de forma a contribuir para uma maior divulgação da nossa terra, dos seus recursos naturais e das suas potencialidades de forma a que através da fotografia, Malcata seja mais conhecida e mais valorizada.
   A esta iniciativa associaram-se até agora os patrocínios destas empresas: Interprev, Tecneira, Silvapor, Gesflopor, Sensitiva. Apoiam também este concurso a Câmara Municipal do Sabugal, Junta de Freguesia do Meimão, Junta de Freguesia de Quadrazais e Junta de Freguesia de Malcata.
   Juntos somos mais Malcata!
   O respectivo Regulamento está disponível aqui:
   http://malcatacomfuturo.pt/