31 dezembro 2008

UM NATAL DIFERENTE

Mais uma estrela brilha no céu.

Ela libertou-se.

Está em paz e velará sempre por nós.

Todos a amamos muito pelo amor incondicional que dedicou ao marido, filhos, netos e netas e todos que dela necessitavam.

É corajosa, tenaz, trabalhadora e nunca morrerá, porque só se morre quando se é esquecido e nós mantê-la-emos sempre viva em nossos corações.

Por razões que só Deus sabe, chamou-a no dia de Natal. Talvez para, finalmente, poder aconchegar os seus três outros bebés, há tanto sozinhos.

Amamos-te, mãe.
















30 dezembro 2008

DR. ARTUR COELHO

"Malcata – Apelo a dadores de medula no Centro de Saúde do Sabugal

A campanha de pedido de recolha de amostras de sangue a pessoas que possam ter medula óssea compatível com Artur Coelho tem um dos pontos fulcrais no Centro de Saúde do Sabugal, onde os interessados podem inscrever-se para o estudo de compatibilidade

Artur Coelho, pediatra no Hospital Pediátrico de Coimbra, é natural de Malcata, e tem uma leucemia mieloblástica aguda, uma doença que afecta o sangue. Esta doença só poderá ser tratada se for encontrada uma pessoa com medula óssea compatível.
Com base neste facto, em Malcata e no Sabugal estão colocados, nas montras de alguns estabelecimentos comerciais panfletos que apelam ao espírito de solidariedade de cada um. Nesses estabelecimentos, as pessoas podem fazer uma inscrição, que será posteriormente entregue no Centro de Saúde do Sabugal, local onde os interessados podem também dirigir-se para mais tarde fazerem um estudo de compatibilidade.
Uma das organizadoras desta espécie de ‘abaixo-assinado’ conta que ainda não há confirmação dos inscritos até ao momento. Porém, apela a que, ao longo do mês de Janeiro, as pessoas que estão em condições de se inscrever, o façam, apesar de ter já sido feito um pedido especial aos familiares mais directos do médico de Malcata. Este pedido poderá ajudar a descobrir mais facilmente um dador compatível, uma vez que, entre parentes, a compatibilidade tende a aumentar".

in Cincoquinas

24 dezembro 2008

NASCER CRIANÇA

NATAL E BOAS FESTAS



NATAL NATAL NATAL










Presépio no Hospital Sousa Martins ( Guarda )








Presépio no Hospital Sousa Martins ( Guarda )




A GRANDIOSIDADE DO HOMEM

NÃO SE MEDE PELO BERÇO, MAS PELAS SUAS ACÇÕES.

FELIZ NATAL...BOAS FESTAS.



O verdadeiro Natal dos Hospitais é feito de muitas histórias tristes, que nem a aparente alegria despreocupada das prendas consegue esconder.

O Serviço de Medicina está, no dia 24 de Dezembro, repleto de "utentes". O tradicional despejo de Natal, geralmente invisível aos olhos da maioria, apresentava-se em todo o seu esplendor no internamento de medicina. Centenas de "velhotes" são todos os anos abandonados no Serviço de Urgência, sem vida de relação com o exterior, sem família. Perdão: com família desertora. Esta é a outra face do Natal.
Este é o verdadeiro Natal , ou antes, uma pequena amostra... amanhã passarei a noite a ouvir estas histórias num hospital do meu país.

A todos aqueles que trabalham nesta época natalícia e aos que por aqui vierem Votos de um Feliz Natal.










22 dezembro 2008

O NATAL ESTÁ A CHEGAR

Estrela de Natal ilumina Malcata




A GRANDIOSIDADE DO HOMEM
NÃO SE MEDE PELO BERÇO,
MAS PELAS SUAS ACÇÕES.





O Presépio do Emanuel

19 dezembro 2008

O SAP DO SABUGAL ENCERRA OU NÃO ?




Afinal, em quem devemos acreditar?

«Segundo o Cinco Quinas o Senhor Secretário de Estado da Saúde, Manuel Pizarro, na apresentação oficial do candidato do P.S. à Câmara Municipal do Sabugal, afirmou: «O P.S. não vai alterar o horário de funcionamento do Centro de Saúde do Sabugal. Isso são mentiras espalhadas pelo P.S.D.»
O semanário "Expresso" divulga:
“Os Serviços de Atendimento Permanente (SAP) do distrito assinalados há mais de um ano pelo Ministério da Saúde deverão encerrar no primeiro semestre de 2009. Em troca, a região passará a dispôr de um helicóptero, sedeado em Aguiar da Beira. Em entrevista ao semanário "Expresso", Ana Jorge afirmou que é preciso «criar condições para acabar com os períodos nocturnos, porque não têm sentido para existir».

Quando inaugurou os Centros de Saúde de Gouveia e Manteigas, em Julho último, a ministra adiou "sine die" o encerramento dos 11 SAP do distrito e garantiu que o fecho só aconteceria quando houvesse condições para tal. O que vai acontecer brevemente, com a entrega de três helicópteros – em Ourique, Macedo de Cavaleiros e Aguiar da Beira. Em consequência, fecham quase duas dezenas de serviços do Norte e Centro do país”.
Por sua vez, Manuel Rito, autarca do Sabugal, é peremptório e garante que não concorda com as intenções do Ministério da Saúde. «O Sabugal está a mais de 30 minutos, e alguns locais deste município a mais de uma hora, do hospital de referência», recorda, sublinhando que as contrapartidas «são insuficientes».

18 dezembro 2008

ATENÇÃO SENHORES PASSAGEIROS


O comboio seguro, rápido, confortável e pontual a chegar às estações é e será um excelente meio de transporte em qualquer parte do mundo. Também a minha vida está cheia de viagens de comboio do Porto para a estação do Barracão-Sabugal. Durante muitos anos, sempre que ia de férias da escola, entrava no comboio às 9:30 nas Devesas e depois de 18 estações chegava à Pampilhosa. Deixava a Linha do Norte e às 12:30 entrava na linha o comboio procedente de Coimbra com destino a Vilar Formoso, pela Linha da Beira Alta. Mais 18 estações e algumas horas depois chegava à Estação da Guarda já o relógio marcava as 16:30. Toca a estar atento e ouvir através dos altifalantes a indicação da carruagem que seguiria para Lisboa, via Beira Baixa, só assim o comboio me deixava na Estação do Barracão-Sabugal.



Era um alívio quando descia nesta estação e sempre que podia apertava a mão ao chefe da estação, ao conterrâneo Armando. Mas não havia tempo a perder porque a camioneta da Viúva Monteiro estava à espera de seguir viagem até aao Sabugal. Era o famoso Serviço Combinado com a CP, que muitas vezes a espera pelos passageiros do comboio era tão longa que quando nós entrávamos na camioneta só ouviamos suspiros de alívio. E depois de muitas curvas, paragens e despedidas lá chegava à Vila do Sabugal. O relógio marcava as 18 horas e a viagem ainda não tinha acabado. Agora tinha que procurar um carro de aluguer e pagar mais 10 quilómetros de frete. Finalmente podia sentar-me num banco confortável e sem ter as malas a incomodar as minhas pernas. Para trás ficaram muitas estações, alguns empurrões e calcadelas, as bilhas de barro com a água fresca do Luso e os olhos só se fixavam na velha estrada que me levaria ao encontro da minha mãe, familiares e amigos.







Isto era antes, lá pela decada de 70/80. E hoje o que mudou? A Estação Barracão-Sabugal ainda lá está. Agora, só tem um par de carris, está vazia, envelhecida, não tem chefe, não tem bilheteira, não tem taxis, não tem pessoas e até o tempo do relógio parou. Será que ali passa algum comboio?
O transporte ferroviário pode de facto ser importante para o desenvolvimento do Concelho do Sabugal. Não é o facto de as linhas estarem longe da cidade, ou as pessoas já não utilizarem este meio de transporte de mercadorias e pessoas como antes. As coisas estão como estão porque continua tudo longe, distante e os acessos são ainda os mesmos. Há muito para transformar, há muito para trabalhar e o comboio, se as pessoas quiserem, se os decisores políticos apresentarem ideias e planos tudo será melhor e eu serei um dos que escolherei o comboio para viajar e enviar as minhas coisas para a "central" do Sabugal.

17 dezembro 2008

ESTRELA E PRESÉPIO NO SABUGAL

Estrela no Castelo
Presépio no Largo da Fonte
O Natal está mesmo aí. A noite estava fria e muito molhada. Apesar disso, a cidade estava diferente. A estrela lá no alto da torre do castelo indicava que estava a caminhar na direcção certa. Antes de me aproximar do astro pentagonal e luminoso, parei no Largo da Fonte em busca do presépio. A escuridão e a chuva dificultaram a minha busca, mas depois de percorrer todo o largo acabei por encontrar um pequeno jardim rodeado por uma pequena cerca de madeira e no centro uma cabana onde se abrigavam as figuras tradicionais do presépio.
Frio, chuva, vento e falta de LUZ foi o que senti nessa noite de Dezembro.

14 dezembro 2008

O DR. ARTUR COELHO PEDE AJUDA




Li esta motícia no Jornal "Cinco Quinas" on line. Ainda esta semana estive em Malcata e passei à frente da casa dos pais do Dr.Artur. Para além de ser conhecido pela sua profissão, em Malcata todos o conhecem e à sua família. Não posso ficar indiferente a este apelo. A minha idade já não se enquadra no grupo de pessoas que podem possuir medula óssea compatível. Vou dar a minha ajuda e colaboração naquilo que puder. Para já começo por ajudar a divulgar este apelo.

"Malcata – Pedido de doação de medula óssea Artur Coelho, natural de Malcata, tem uma leucemia mieloblástica aguda, uma doença que afecta o sangue. O tratamento requer um transplante de medula óssea compatível, pelo que se apela a todas as pessoas que façam o estudo de compatibilidade.

Artur Coelho, pediatra no Hospital Pediátrico de Coimbra, é natural de Malcata e filho de Joaquim Coelho e de Dulce de Jesus Nabais Pereira, bem como sobrinho do Padre Miguel, do Soito.
A doença de que padece só poderá ser tratada se for encontrada uma pessoa com medula óssea compatível, pelo que se apela ao espírito natalício de cada um: para fazer o estudo de compatibilidade, basta dar um pouco de sangue. Assim, quem quiser ser solidário com a causa necessita apenas de ter entre 18 e 45 anos e pesar pelo menos 50 quilogramas. Para se registarem como dadores, os interessados podem dirigir-se ao Centro de Histocompatibilidade do Sul, Alameda das Linhas de Torres, 117, 1769-001 Lisboa, ou pelo telefone 217504100. Outro local onde podem inscrever-se é o Centro de Histocompatibilidade do Centro, que funciona na Praceta Prof. Mota Pinto, 3001-301 Coimbra (junto aos HUC), ou através do telefone 239480700. O Centro de Histocompatibilidade funciona ainda na zona Norte, no Pavilhão Maria Fernanda, na Rua Roberto Frias, 4200-467 Porto, ou pelo telefone 225573470.
Existe ainda serviço de sangue nos hospitais IPO de Lisboa, D. Estefânia, Amadora-Sintra, Barreiro, Torres Novas, Abrantes, Tomar, Beja, Elvas, Évora, Faro, Guarda, Portimão, Portalegre, Litoral Alentejano, Vila Franca de Xira, Funchal, Ponta Delgada e Horta, bem como nos Centros de Saúde de Mafra, Coruche, Vila do Porto, Santa Cruz das Flores, Madalena, Velas, Santa Cruz da Graciosa, Calheta e Ribeira Grande, bem como em várias localidades no estrangeiro".
Os interessados em obter mais informações podem fazer o contacto através do e-mail causa-arturcoelho@sapo.pt.

06 dezembro 2008

FOI HÁ DOIS ANOS QUE EU O CONHECI

O tempo nunca pára. Os homens sim, podem fazer do tempo aquilo que bem entenderem. Há dois anos conheci pessoas que, passo a passo, estão a percorrer um caminho. E o mais interessante é que convidam outras pessoas a fazer-lhes companhia e a juntarem-se para juntos chegarem ao mesmo destino. Fico contente por caminhar com elas e assim poder contribuir para mais pessoas alcançarem a felicidade. Um dia, os nossos filhos e filhas agradecer-nos-ão o que hoje andamos a construir e saberão reconhecer que o concelho do Sabugal é uma área do país onde apetece viver.

03 dezembro 2008

EIS OS CANDIDATOS AO PODER


Documento retirado do Jornal "Cinco Quinas"


As eleições só são em 2009 e começam a aparecer os candidatos ao poder do Sabugal. A luta vai ser longa e dura. Quem ganhará ? A internet vai ser mais um poder a ser conquistado pelos candidatos que se apresentarem. Basta clicar e pesquisar o tema "eleições no Sabugal", "candidatos à Câmara do Sabugal" ou outras palavras parecidas. E alguns já iniciaram a sua cruzada. Vamos indo e vamos lendo e formando as nossas ideias acerca deste tema.

NEVE PINTA MALCATA DE BRANCO

Cristovão Varandas surpreendido com o manto branco que se estendeu sobre a aldeia de Malcata, não resistiu a tanta beleza e quis retratá-la:







Três belas fotografias da autoria de Cristovão Varandas, mostram a aldeia de Malcata como há muito não víamos. O frio destes últimos dias trouxe a neve às ruas e campos de Malcata e arredores. Faz-me recordar aqueles grandes nevões dos anos sessentas. Isso sim, eram nevões a sério. Para além das guerras com bolas feitas de neve, o que nos dava gozo eram enrolar a neve numa pedrinha e depois se transformava numa grande bola de neve. E os pingentes de gelo nos beirais dos telhados? Lembram-se das sacas de sal que se deitavam nas ruas a fim de se poder caminhar a pé. O gado, esses animais, coitados deles, aguentavam os dias nas lojas e restava-lhes comer o que o dono lhes punha na manjedoura.


01 dezembro 2008

SABUGALtv:UMA JANELA ABERTA

http://sabugaltv.cm-sabugal.pt
SabugalTv já começou as suas emissões. Há muito que estava à espera que se abrisse esta janela.
Com o desenvolvimento das tecnologias de informação, o SabugalTV mais tarde ou mais cedo iria surgir. A Câmara em boa hora decidiu investir neste projecto. Não se trata de um projecto inovador. Desde 2006 que o aparecimento de canais de tv on line ou televisões regionais, não pára de crescer. O importante é que o concelho abriu-se ao mundo e tem agora uma janela aberta para mostrar muita coisa que por aqui se realiza, se realizou ou se irá realizar.
Os objectivos da SabugalTv são estes:
- Acompanhar, promover e divulgar as tradições de um concelho povoado por 40 freguesias.
- Apresentar, difundir e valorizar o património histórico e natural de mais de 100 localidades.

Na apresentação do canal, o vereador António Robalo disse que " através deste projecto, desta janela, podemos criar e despertar alguma atractividade, para que quem hoje, e são muitos, que utilizam as novas formas de comunicação e as novas tecnologias, possam receber um "clic" no dedo e que passe para a cabeça e digamos, dê azo a que as pessoas fiquem curiosas e possam visitar mais vezes o Sabugal. É mais para quem está fora do concelho. Só quem nunca esteve fora é que não sabe as saudades que o Sabugal ou a sua terra induz nas pessoas que estão fora daqui e não pode dar importância a um projecto destes. Nós temos que ter a noção de que qualquer pequeno sinal que seja imanado da nossa terra por aqueles que estão aqui, são feitas as mais variadas leituras por quem ama e gosta da sua terra e está longe".

Eu sou um dos raianos que vive fora do concelho, mas nunca deixei de me interessar por seguir o mais possível a vida deste pedaço de terra lusa. Felicito a Câmara Municipal por esta iniciativa. Desejo que a SabugalTV ajude a divulgar e promover o concelho e as suas freguesias, todas as suas freguesias e todo o seu património. Por favor, não deixem a SabugalTv transformar-se num canal de promoção política seja de que ideologia for. Cumpram os osbjectivos a que se propuseram e os sabugalenses saberão reconhecer a importância e o valor acrescentado que trouxeram ao concelho.