28 janeiro 2011

ONDE ANDA O ANTÓNIO?

   António Reis ( Foto do Capeiaarraiana )

O homem nasceu no Sabugal e disse que a sua mãe lhe pediu para fazer alguma coisa por esta terra. E António, pela mão da Câmara Municipal do Sabugal, tendo na presidência o senhor Manuel Rito, num tempo com eleições à vista, anunciaram o OFÉLIA CLUB, empreendimento a construir em terrenos junto à albufeira da Malcata. A notícia caiu no concelho como uma BOMBA e abalou toda a gente. Daí até hoje muito se prometeu, as pessoas participaram em várias reuniões com a Câmara Municipal e os proprietários dos terrenos. Por uns míseros cêntimos e algumas ameaças de expropriação, caso colocassem muitos obstáculos à realização do projecto, as pessoas  num acto de confiança ( mais de ingenuidade) acreditaram e aceitaram as promessas que lhes fizeram.A última promessa que este investidor do projecto Ofélia Club da Malcata fez à Câmara Municipal do Sabugal  foi apresentar o projecto durante a primeira semana de Dezembro de 2010, na Câmara Municipal. Entregou mesmo? Estamos em fins de Janeiro e nada se falou, não há notícias de que o projecto foi entregue. Basta de promessas e de andar a vender ilusões e enganar quem não merece. 
Senhor António Reis, saia da sua toca e vá a Malcata falar olhos nos olhos com os meus conterrâneos. E não demore, é que o tempo não pára, cada vez há mais impaciência e nada mais triste do que contribuir para a tristeza dos que um dia acreditaram nas suas promessas e para quem a PALAVRA é negócio feito.

27 janeiro 2011

CAMINHADA EM SORTELHA

   No próximo dia 30 de Janeiro Sortelha vai realizar a 42ªCaminhada Pelo Interior. Depois de uma quarentena de caminhadas chegou a vez de Sortelha ter a oportunidade de mostrar aquilo que tem para oferecer a quem visita a Vila ( Aldeia Histórica). E tem muitos pontos que merecem a atenção dos que vão participar na caminhada. Ainda está a tempo de participar, tem até amanhã para fazer a inscrição.

26 janeiro 2011

OBRAS NA CORELA II

As obras no Beco da Corela continuam a bom ritmo.Soube que o piso do novo troço vai ser em paralelos de granito,ou seja, uma continuação do piso já existente.




   O arranjo desta via vem ao encontro dos desejos dos proprietários dos terrenos desta zona, que passam a ter acesso facilitado. Depois da obra acabada podem entrar pelo lado da casa da Ti Esperança ou pelo lado da casa do Carlos e Natália. Agora vamos ter um problema: o facto de a rua ser estreita limita a circulação automóvel num só sentido. E o trânsito de outros meios de transporte utilizados pelos proprietários dos terrenos ( ex.carros agrícolas, tractores, carrinhos de mão...) vão circular nos dois sentidos?Aos pesados ( camiões, camionetas...) já sabemos que é impossível. É bom que se pense nessas coisas.

25 janeiro 2011

BECO DA CORELA EM OBRAS

Beco da Corela (actualmente termina aqui)

O Beco da Corela tem o seu início na Rua do Carvalhão e termina frente à moradia nº34. Nas últimas eleições, a actual Junta de Freguesia prometeu que continuaria o arruamento até à Rua da Fonte, mesmo ao lado da casa da Ti Esperança.



   E aqui estão as máquinas da Câmara Municipal a dar início às obras.

   Ao lado esquerdo situam-se os terrenos conhecidos pelo nome "chão da fonte", constituídos por uma terra óptima para cultivo, a maioria deles são utilizados como horta e são servidos pela água da Fonte Velha.

   Aqui vai terminar a obra

Depois da obras, o Beco da Corela vai terminar aqui, mesmo à frente da casa da Ti Esperança e da Ti Maria Fachó.
   A aldeia vai beneficiar com a reestruturação desta obra ou não? Uns acenam com a cabeça em sinal afirmativo, mas outros falam que "eles estão a dar resposta aos votos que receberam, mais nada".
   Mesmo sendo uma promessa eleitoral, mesmo que quem prometeu foi quem ganhou, serão razões suficientes para que se faça? O que sei é que a obra está a ser feita. A via como está actualmente apenas permite a circulação automóvel num dos sentidos, ou seja, a largura da rua não permite a circulação nos dois sentidos. E perante este facto, foi perguntado a um membro da Junta de Freguesia quantos sentidos ia passar a ter a via. "Isso é um assunto que depois temos que ver" foi a resposta recebida.
   Será assim tão simples? Toda a acção humana tem que responder a três questões:
   Porquê?
   Como?
   Quando?
   As obras já começaram, aguardamos a sua conclusão e depois falaremos.
   No meu entender, beneficia a população de Malcata e valoriza os terrenos por onde vai passar. Vamos ver o que o futuro nos reserva e oxalá não se acabem com as hortas deste vale.

23 janeiro 2011

MALCATA 360º AO SOL

A aldeia de Malcata encanta qualquer pessoa que a visite. Antes de entrar no povoado a paisagem e a água da albufeira obriga a uma marcha lenta até atravessar a ponte porque é realmente de admirar o cenário natural que nos rodeia. A estrada leva-nos a passar ao lado do busto de Camões e a uma segunda paragem quando chegamos à Praça do Rossio. Nos dias de calor nada mais refrescante que a água da Fonte da Torrinha e de seguida pensar em subir a escadaria da Torre do Relógio e enquanto o sino não toca, fazemos uma volta de 360º para desfrutarmos da magnífica tela que estamos a observar. Casas de pedra de xisto, com telhados cobertos de telha portuguesa, outras pintadas de branco e os sinos do campanário da Igreja Matriz orientam o nosso olhar para a Machoca, o ponto mais alto da Serra da Malcata. Lá, entre pinheiros e outras árvores, ergue-se uma fila de eólicas que ora rodam as pás com força, ora rolam mais vagarosamente, conforme a força do vento. Sensações únicas para quem sobe a um sítio tão alto e de quem não tem pressa de subir até à Capela de S.Domingos, passando primeiro pelo moinho de água. As imagens seguintes retratam sentimentos e afectos.

video