27 outubro 2010

MALCATA: UMA RESERVA À ESPERA DA FÉNIX

Aí está o 1ºSeminário do Lince Ibérico em Portugal. É promovido pela LPN ( Liga para a Protecção da Natureza ) e patrocinado por muita gente poderosa. Esses que não descansaram enquanto não levaram para o Algarve a marca "Lince" que tanto custou e está a custar a Penamacor e ao Sabugal em transformar a RNSM  num pilar do seu desenvolvimento.
A LPN que tanto lutou pela criação da Reserva Natural da Serra da Malcata, andou pela Serra da Malcata a estudar, a planear e sempre com conclusões de que esta é uma área para preservar e a casa natural para o lince, afinal, foi de malas e bagagem para os ALLgarves e a Serra da Malcata seja o que o ICN quiser.
Actualmente a direcção da Reserva Natural da Serra da Malcata está em Coimbra. O Centro Nacional de Recuperação em Cativeiro do Lince Ibérico foi construído em Silves, as três zonas portuguesas para acolher os linces em habitat natural são uma no Baixo Guadiana, a segunda em Moura-Barrancos e a terceira na Serra do Caldeirão.
   E a Reserva Natural da Serra da Malcata, que foi criada com o objectivo de defender e preservar o Lince, fica de fora destas áreas de reintrodução? Eu sei que a região de Penamacor e do Sabugal têm uns Invernos frios e chuvosos. Mas, o lince sempre por aqui andou e não se queixou do frio, da chuva ou da neve.
   O poder e os lobbys conseguiram transformar Silves e arredores no local ideal para o lince. Penamacor, honra lhe seja feita ao Dr.Sarmento e ao Dr.António Cabanas, tudo têm feito para que a Serra da Malcata tenha a importância e o valor que realmente possui. O mesmo já não digo do Município do Sabugal e de quem por lá tem andado estas dezenas de anos. A Reserva Natural da Serra da Malcata é uma mina que aguarda a chegada da cápsula FénixII para ser resgatada do poder daqueles que em Lisboa ou em Coimbra
a têm mantido bem soterrada. Resta-nos apoiar o Dr.António Cabanas,ao participar na mesa redonda do 1º Congresso Português do Lince, com o tema "O Valor da Marca Lince" na próxima sexta-feira, convença esses poderosos que a Serra da Malcata ainda não ardeu, mesmo apesar de terem por lá crescido torres eólicas.

Sem comentários: