17 fevereiro 2010

MALCATA DO FORCÃO OU DO LINCE?

MALCATA: TERRA DE FORCÃO OU TERRA DO LINCE?

O entrudo já passou. A folia e as brincadeiras vão ficar ensacadas durante 40 dias. Contudo, as conversas do adro continuam a ser faladas. Na verdade, as pessoas da aldeia parece que nada sabem e não têm opinião porque não conhecem o assunto e isso é coisa para quem sabe.Mas, para mim as coisas têm outra importância. Vamos então começar:
O desafio partiu do Presidente da Câmara Municipal do Sabugal. A criação das Associações de Freguesias serviriam para “qualificar e tornar mais célere os serviços de proximidade que as delegações de competências permitem”. E surgiram alguns nomes para essas associações:



-Terras do Forcão, Terras do Cró, Terras do Lince, Terras Quentes.


Para já, a Associação «Terras Quentes do Concelho do Sabugal» já foi constituída e é integrada pelas freguesias do Casteleiro, Bendada, Moita, Santo Estevão e Sortelha.


Malcata é uma das freguesias convidadas a integrar a associação «Terras do Forcão».


Pois, sendo eu nascido em Malcata, também digo que há muitos anos que não se realizam touradas na aldeia. As duas últimas que eu vi parecem que serviram para afastar ainda mais as pessoas das touradas. Medo, falta de coragem, ausência de juventude atrevida e que não deseja morrer com uma “cornada” como acontecia nas aldeias vizinhas? Sim, penso que são estas algumas das razões e outras que acabaram com as touradas na aldeia de Malcata. De facto, pelo que me contam, o Ti Zé Marrão foi um grande impulsionador das touradas daí que cavalos, touros e vacas o acompanharam durante toda a sua vida.


Dito isto, a ideia de criar várias associações de freguesias do concelho do Sabugal, ” para qualificar e tornar mais céleres os serviços de proximidade”, que papel vai exercer a Mesa das Juntas? Se uma associação tem as dificuldades que sabemos ter para funcionar e obter ganhos, como é que o aparecimento de mais 4 associações vem dar mais força às freguesias? E essa de “para não ferir susceptibilidades” é um mau começo e um mau pronúncio, mesmo sabendo que a adesão ou não à «Terras do Forcão» é livre e cada freguesia é que decide fazer parte ou não.


Hoje, Malcata de facto não tem grande tradição das touradas com forcão. E quando se sugere «Terras do Forcão» é porque o forcão e tudo o que ele simboliza estará sempre presente nesse grupo de freguesias. As touradas e o forcão são um património imaterial do nosso concelho, mas Malcata necessitará de sangue novo e único para poder interiorizar e defender essa cultura, esse património tão genuíno das aldeias da raia.


Por tudo o que disse, para mim a Mesa das Juntas devia assumir-se como a grande e forte associação de todas as freguesias do concelho do Sabugal. Uma associação que lute e trabalhe para a qualificação e a celeridade de tudo o que a Câmara Municipal tem e deve delegar para melhor servir a todos.


E os outros malcatenses que pensam deste assunto?











Sem comentários: