09 abril 2017

A MALCATA DOS 3 AS

ALDEIA RIBEIRINHA
                             ALDEIA EM ÁREA PROTEGIDA
                  ALDEIA AUTOSSUSTENTÁVEL
                             




   A “7 Maravilhas de Portugal”, são responsáveis pela organização do concurso de as
“7 Aldeias Maravilha de Portugal”. É um projecto privado, apoiado por diversos organismos públicos e empresas privadas e este ano 322 aldeias foram aceites nesta prova.
   As regras para seleccionar as 7 Aldeias Maravilha de Portugal são muito apertadas. Este ano, a Junta de Freguesia de Malcata e bem, decidiu participar em duas das categorias do concurso: Aldeias Ribeirinhas e Aldeias em Áreas Protegidas.
   Estes dois grupos têm que ter em conta:
   “As aldeias ribeirinhas são aquelas aldeias que se localizam junto a cursos de água, lagos ou albufeiras e cuja identidade reflecte essa proximidade”.
   “As aldeias em áreas protegidas são as aldeias cujos territórios são delimitados e geridos com o objectivo de conservar o seu património natural, que inclui elementos ecológicos, históricos, geológicos e culturais. As áreas protegidas são delimitadas pelo ICNF”
   Para além destes pressupostos, o Conselho Científico, que é constituído por 49 especialistas, guiou-se ainda por mais quatro critérios:
- Importância e valorização do património da aldeia;
- A sua qualidade arquitectónica, cultural, social e ambiental;
- A relevância das acções empreendedoras, em harmonia com o meio ambiente;
- Preservação e melhoria estética do local.
  
Para a aldeia de Malcata terminou a espera no dia 7 de Abril quando foram conhecidas as 49 aldeias escolhidas pelos especialistas. Apesar de Malcata se ter candidatado a duas categorias, apenas podia ficar nomeada numa.
   Estes concursos são sempre aproveitados para promover e valorizar as aldeias do nosso país. E no meu entender, Malcata apresentou-se com as “armas” que hoje possui. Valeu pela participação, pela oportunidade de promover e divulgar a nossa terra. Vejam que em apenas duas semanas nas redes sociais, foi visto 10.571 vezes e 47 pessoas partilharam com os amigos.
Todos gostaram das imagens e das fotografias e a aldeia ficou mais conhecida. Talvez as imagens aéreas façam nascer a vontade de mais pessoas querem ir conhecer a serra e a Reserva Natural da Malcata, a albufeira da barragem e todo o nosso território.
   Valeu a iniciativa e o que foi conseguido. Sinto que Malcata tem potencial para ir mais além e aqui deixo aos malcatenhos dois desafios:
1º - Conhecer aquelas aldeias que continuam nos grupos das Aldeias Ribeirinhas e das Aldeias em Áreas Protegidas e procurar descobrir o que têm essas aldeias que Malcata ainda não tem.
2º- Trabalhar afincadamente e transformar a nossa terra na
 1ªALDEIA EUROPEIA AUTOSSUSTENTÁVEL.

   Todos os malcatenhos ficámos com uma certeza: Malcata é mesmo uma Maravilha Natural, mas também todos devemos reconhecer que nos falta trabalhar muito para chegar ao topo. É a mim e a cada um de vós, a cada instituição e associação, à junta e à Câmara Municipal que cabe a obrigação de crescer e ir mais além da linha do horizonte. É hora de a nossa geração mostrar que sabe e quer transformar Malcata. Aproveitar o momento e a oportunidade de nos unirmos à volta do mesmo objectivo: desenvolver Malcata.
  
As 7 aldeias que nos deixaram pelo caminhos foram estas:


   " A dádiva fortalece a vida
     o comodismo e o isolamento enfraquecem-na".

                                           Papa Francisco

Sem comentários: