26 maio 2010

BIOMASSA: ONDE FICA O PARQUE DE RECOLHA DE RESÍDUOS DO SABUGAL?

    A Central de Biomassa de Belmonte, embora já laborasse desde Abril, foi no passado dia 23 de Maio inaugurada pelo senhor Secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural, Dr.Rui Pedro Barreiro.
É um investimento de 8 milhões de euros levado a cabo pelo grupo "TAVFER". Actualmente dá emprego directo a 8 trabalhadores. A central está instalada junto à ponte sobre o rio Zêzere.
    Esta unidade industrial para ser rentabilizada necessita de 635 mil hectares de floresta. Daí a necessidade de a central ter de fazer o alargamento do seu raio de acção de recolha de matéria-prima fora de Belmonte e vai abranger os concelhos limítrofes ( Sabugal, Penamacor, Guarda, Covilhã ) contando para isso com a ajuda de Parques de Resíduos.
    Esta central de biomassa é uma das 15 centrais que participou no concurso lançado pelo primeiro Governo de Sócrates. Muitas aguardam dias melhores, ou seja, estão suspensas porque os promotores aguardam pelo aumento da tarifa de venda da electricidade ( exemplo: Central de Biomassa de Santo da Serra ).Outras continuam a aguardar melhores preços...

Central de Biomassa
   A biomassa é uma fonte de energia derivada dos produtos florestais, resíduos industriais da madeira e culturas agrícolas, efluentes domésticos e instalações de agropecuária, indústrias agro-alimentares. Em todos os projectos de centrais de biomassa é salientado e justificado o seu aparecimento pelo contributo que estas unidades industriais têm na redução dos fogos florestais.Será assim mesmo?
   Bom, a central de Belmonte já está a laborar. E o parque de recolha de resíduos do Sabugal já está operacional? Onde fica situado? Alguém sabe? Pelo que investiguei não consegui saber nada. Sei que o promotor falou que iriam ser construídos 3 parques de recolha de resíduos e no Sabugal ficava um e no dia da inauguração disse a quem lá esteve:
"Todos os produtores florestais podem entregar os resíduos da floresta que nós compramos."
  Portanto, limpem lá os terrenos e comecem a vender e a ganhar dinheiro com o mato. Mas tenham sempre presente que não vale tudo, ou seja, planeiem as limpezas, raciocinem antes de cortar ou podar, aproveitem para ao mesmo tempo melhorar a floresta que possuem e não a vendam toda para a queima em Belmonte.
   

2 comentários:

jose escaleira disse...

Sugiro que seja criado um parque de recolha de residuos no lugar do Alto de Liomil, para a receção de residuos dos concelhos de Almeida,Pinhel, F.C.Rodrigo e parte norte do Sabugal, por ser uma zona com otima localização em termos estratégicos e pelos acessos, alem de se encontrar rodeado de uma grande mancha florestal. É lamentavel que sejam "quimados" nas centrais de biomassa, arvores (pinheiros) com diametos consideráveis (30cm). Obrigatóriamente, só deveriam ser aceites matos e restos da provenientes da exploração florestal. Com politicas de postos ou parques de receção e pré-tratamento dos produtos,descentralisados, indo de encontro ás populações rurais, anulando os intermediários (negociantes de madeiras,precisamente aqueles que chegam com camiões carregados dos ditos "troncos" às centrais, deichando no terreno as ramadas e desperdicios, decurando o mais elementar respeito pelo mei ambiente, pois o objetivo unico que os move é o lucro facil, desprezando este potencial, como forma de rentabilidade ecónomica para quem ainda resiste no mundo rural.

Manuel disse...

"Todos os produtores florestais podem entregar os resíduos da floresta que nós compramos." e empresas?tambem podem entregar?