03 fevereiro 2016

CONCURSO NACIONAL DE FOTOGRAFIA DA MALCATA


   Cartaz do 1ºConcurso Nacional de Fotografia
da Malcata


   A Associação Malcata Com Futuro ( AMCF ) e a Associação Cultural e Desportiva de Malcata (ACDM), lançaram o 1ºConcurso Nacional de Fotografia da Malcata, subordinado ao tema "Malcata, as suas gentes e o seu território-serra,barragem, flora.
   O concurso visa a promoção e a divulgação do território da Malcata, o seu património imaterial, as suas belezas naturais, o seu património de recursos renováveis ( biomassa, barragem e parque eólico).
   Com esta iniciativa, as duas associações pretendem sensibilizar as pessoas para a importância do território da Malcata, das pessoas que nele vivem, dos seus usos e costumes e valorizar e preservar a paisagem e o património da Malcata, de forma a contribuir para uma maior divulgação da nossa terra, dos seus recursos naturais e das suas potencialidades de forma a que através da fotografia, Malcata seja mais conhecida e mais valorizada.
   A esta iniciativa associaram-se até agora os patrocínios destas empresas: Interprev, Tecneira, Silvapor, Gesflopor, Sensitiva. Apoiam também este concurso a Câmara Municipal do Sabugal, Junta de Freguesia do Meimão, Junta de Freguesia de Quadrazais e Junta de Freguesia de Malcata.
   Juntos somos mais Malcata!
   O respectivo Regulamento está disponível aqui:
   http://malcatacomfuturo.pt/

22 janeiro 2016

AINDA A ZIF DA MALCATA

   No seguimento do que escrevi anteriormente e acerca da história documental da ZIF da Malcata, venho completar essa informação textual e factual com imagens retiradas da página oficial do Instituto Conservação da Natureza e Florestas. Como já referi, estes e outros documentos oficiais dão a conhecer que a intenção desde o princípio deste processo foi a constituição da Zona de Intervenção Florestal da Malcata. Com esta publicação desejo estar a contribuir para o esclarecimento de todo este processo que tem sido a constituição da ZIF da Malcata. Seria bom para todos aqueles que apareceram na Lista de Aderentes participassem serenamente na reunião do próximo dia 23 de Janeiro. Com certeza que terão oportunidade de serem devidamente esclarecidos e tenho também a certeza que se algo de menos certo houver neste processo, serão também corrigidos. Apelo às pessoas que tenham em conta o FUTURO da floresta em Malcata, que mais não é garantir o FUTURO de Malcata e dos malcatenhos. Saibamos todos concentrar-nos no essencial e esqueçamos o acessório. No meu humilde entendimento, quem iniciou a constituição da ZIF da Malcata fê-lo com a visão de quem acreditou que as pessoas sairiam a ganhar e a floresta iria desenvolver-se e contribuir para a melhoria do bem estar dos malcatenhos. 

"...vem o Núcleo Fundador constituído pelos proprietários e produtores florestaisidentificados na presente folha e nas folhas em anexo numeradas de 1 a 1 e que fazemparte integrante deste pedido de publicitação informar do seguinte:


Esta informação pode ser verificada aqui:

http://www.icnf.pt/portal/@@search?SearchableText=zif+da+malcata

A FLORESTA É UM BEM PRECIOSO!
AJUDE A DESENVOLVER E A MANTER EM MALCATA
UMA FLORESTA VIVA!
A ZIF DA MALCATA é para o bem de todos!

21 janeiro 2016

ZIF DA MALCATA: UMA MARATONA QUE OS MALCATENHOS QUEREM GANHAR!

 
Assembleia de Aderentes



 Consultando documentação oficial podemos deduzir que a ZIF da Malcata iniciou-se com um grupo de proprietários e produtores florestais, que constituíram um Núcleo Fundador. Seguiu-se uma Consulta Prévia, cuja publicitação foi assinada a 30 de Outubro de 2008. Ter-se-á realizado no dia 20 de Dezembro de 2008, pelas 15:00 horas, na Junta de Freguesia de Malcata. Nessa Consulta Prévia, o Núcleo Fundador representou 34% da área proposta para a ZIF.
   Seguiu-se a “Publicitação da Consulta Pública” publicada em 28 de Julho de 2008 e assinada por Libânio Nabais da Cruz, representante do Núcleo Fundador, documento esse acompanhado com os seguintes documentos:
·        +   Listagem dos proprietários e produtores florestais que anuíram a integrar a      ZIF;
·        -   Indicação da entidade gestora da ZIF;
·         -  Carta com a delimitação territorial da ZIF e sua localização administrativa;
·           - Autorização da AFN emitida em……para prorrogação, por  1 ano, do prazo para apresentação dos elementos de identificação dos prédios
·        -     Projecto de Regulamento Interno;
·          -  Acta (s) da (s) reunião (ões) de consulta prévia, validada pelo representante da AFN.

   A Consulta Pública prolongou-se de 4 de Agosto de 2009 a 4 de Setembro de 2009 sendo os documentos anteriores sido colocados para consulta na Junta de Freguesia de Malcata.
   Seguiu-se a Publicitação da Audiência Final. O documento atesta que esta se realizou no dia 27 de Fevereiro de 2010, pelas 18:00, na Junta de Freguesia de Malcata. Este documento foi igualmente assinado por Libânio Nabais da Cruz, como representante do Núcleo Fundador.
A Autoridade Florestal Nacional, em 17 de Janeiro de 2011, através do Despacho Nº02/2011/ZIF, informa da criação da ZIF da Malcata ( ZIF nº138, processo nº216/08-AFN, com uma área de 1457,5 hectares.

   Parecendo à primeira vista, que a ZIF seguiu um processo de criação ajustado, como se compreende que haja em Malcata uma certa desconfiança em relação ao seu processo de constituição?
   Ora o que parece é que muitas pessoas simplesmente estão surpreendidas por fazer parte da LISTA DE ADERENTES. Muitas dessas pessoas afirmam que nunca foram tidas nem achadas para que o seu nome fizesse parte daquela listagem. Esta situação criou a desconfiança e o medo de que lhes estejam a esconder alguma coisa menos direita. No nosso entender, houve falta de esclarecimentos e pouca troca de informação durante o processo da constituição da Zif, porque toda a documentação existente está claramente identificada no objectivo principal ou seja a constituição da Zona de Intervenção Florestal da Malcata ( ZIF ).

   Em 21 de Julho de 2015 foi constituída a Associação Malcata Com Futuro ( AMCF ). Esta associação tem nos seus planos de acção a fileira florestal. Foi nesse sentido que, na sua 1ªAudição Pública, realizada em 17 de Outubro de 2015, o assunto da ZIF veio a ser um dos temas colocados na agenda de trabalhos dessa reunião. O assunto continuou na voz do povo e a 20 de Novembro de 2015, Júlio Gonçalves Marques, na qualidade de Presidente da Assembleia Geral de Aderentes da ZIF da Malcata, convoca a Assembleia Geral de Aderentes, para as 14:30 horas, do dia 6 de Dezembro de 2015. Nesta Assembleia foi apresentado o Plano de Gestão Florestal (PGF) e falaram-se de outros assuntos de interesse geral. O PGF foi de seguida colocado em consulta pública de 7 a 26 de Dezembro de 2015.
   Temos hoje nova convocatória da Assembleia Geral de Aderentes para o próximo dia 23 de Janeiro de 2016, pelas 17:30, no salão da Junta de Freguesia de Malcata. A ordem de trabalhos apenas tem dois pontos:
1.Apreciação e votação do Plano de Gestão Florestal da Zif;
2.Outros assuntos de interesse da Zif.

O desejável seria que dessa reunião saísse uma orientação para uma gestão da ZIF orientada para revitalizar, dinamizar e integrar.

NOTA:
Alguns benefícios para os aderentes da ZIF da Malcata:
- Acesso a um Plano de Gestão Florestal e acompanhamento técnico;
- Acesso a financiamentos públicos para plantação, desbastes, podas, fertilizações, etc.
- Redução dos custos das operações florestais e aumento do preço de venda dos produtos, em resultado de economias de escala e aumento do poder de negociação;
- Aumento da produtividade por via do apoio técnico profissional especializado;
   E outros benefícios se seguirão...
   Para aderir à ZIF não existem custos. 
   Somente depois de constituída a ZIF é que terá que pagar
   uma quota anual. decidida em Assembleia de Aderentes!

10 janeiro 2016

SOMOS COMO SOMOS



Há acontecimentos
na nossa vida que nos deixam sem palavras, que nos fazem pensar um pouco e que até nos causa alguma revolta interior.
A vida é como é e nunca vivemos a pensar que pessoas mais jovens deixem aos pais um dos trabalhos mais difíceis de iniciar e acabar: arrumar o quarto e todas as coisas que foram pertença de um filho.
A vida é mesmo uma lotaria e nunca ninguém sabe quando chega esse dia que ninguém deseja que seja a vez dele.
Porquê morrer na primavera da vida?
Porquê?


22 dezembro 2015

CARTA ABERTA AOS MALCATENHOS



   O que se tem passado estes últimos anos em Malcata é muito mais do que umas birras ou modas associativas. É antes uma mudança de mentalidades e de formas de organizar o futuro da nossa terra. Queremos que as mudanças se façam com tranquilidade, ao nível das ideias, do conhecimento e das atitudes. O movimento associativo que existe em Malcata tem vindo a assumir-se como um dos motores dessa mudança e as associações têm conjugado tradições e modernidade para manter e fortalecer o carácter da nossa terra como uma aldeia dinâmica e uma gente que faz da união a sua força.
   Malcata tem-se destacado e tem vindo a afirmar-se como umas das aldeias mais dinâmicas no que respeita a eventos desportivos e culturais, graças à existência de um movimento associativo com ideias determinadas, mas que às vezes lhes falta estratégias bem definidas, uma direcção precisa, apesar da enorme satisfação e entusiasmo pelo trabalho realizado.
   A Associação Malcata Com Futuro, que iniciou a sua caminhada em Julho deste ano, tem definido com clareza a ideia de uma aldeia com futuro. O desenvolvimento da Malcata de que falo, está definida na missão e nos valores defendidos pela AMCF e que oportunamente apresentou aos malcatenhos, na IªAudição Pública, tendo como suporte uma séria reflexão previamente elaborada, quanto ao papel de Malcata e dos seus habitantes quanto aos caminhos a desbravar no sentido de posicionar Malcata na senda do desenvolvimento.
   Há muito trabalho por fazer e a fazer, pois na nossa terra o empreendedorismo assusta muitas pessoas. Mas Malcata possui um elevado potencial de investimento e de crescimento.
   Um dos objectivos da AMCF é o apoio aos empreendedores que desejam criar e investir e que escolham Malcata para o fazer. O aparecimento de negócios em Malcata contribuirá para o desenvolvimento económico da nossa aldeia, cria valor e emprego e a AMCF quer ajudar essas empresas a crescer e a ter êxito.
   A AMCF quer e trabalha para o desenvolvimento da nossa terra e convoca todos os parceiros locais, públicos e privados, a partilhar a mesma visão, a trabalhar e a funcionar todos juntos como facilitadores e influenciadores, utilizando todos os meios disponíveis e em rede, sempre numa base de confiança e com a convicção de que todos podemos sair vencedores.
   A AMCF sempre desejou funcionar como um agente agregador de vontades, continua a trabalhar na facilitação da criação de estruturas de apoio e está a trabalhar em projectos que irão contribuir para o desenvolvimento da nossa terra.
   A AMCF pretende e luta pela construção de uma aldeia VIVA, onde todas as instituições vivam ligados aos cidadãos.
   Queremos posicionar Malcata no topo das aldeias portuguesas focada numa visão de desenvolvimento sustentado e assente numa economia cívica e com responsabilidade social.
   Boas Festas.
                                              José Nunes Martins
                                                          1ºSecretário da AMCF

19 dezembro 2015

PLANO DE GESTÃO FLORESTAL DA ZIF DA MALCATA




   O cumprimento do PGF da ZIF da Malcata é obrigatório para todos os proprietários ou produtores florestais aderentes à ZIF.
   As operações silvícolas mínimas constantes no mesmo devem ser cumpridas por todos os proprietários ou produtores florestais da área da ZIF, incluindo os não aderentes.   O PGF é um instrumento obrigatório, estruturante e fundamental, que promove a administração dos espaços florestais de acordo com as orientações definidas no Plano Regional de Ordenamento Florestal (PROF).
Este plano permite que a Afloestrela, na qualidade de Entidade Gestora, apresente candidaturas a diversas medidas de apoio do PRODER – Programa de Desenvolvimento Rural, que de outra forma não estariam disponíveis para os produtores florestais da ZIF.


   Após a leitura deste documento aqui deixo as minhas sugestões e perguntas: