28 maio 2010

A SEGURANÇA VOLTOU À RUA DA MOITA

    Este é um bom exemplo de eliminar as probabilidades de acidentes inesperados e indesejados. No mês de Abril, ao passar pela rua da Moita reparei no mau estado desta casa e na eminente caída de pedras para a via pública. Alertei aqui para o perigo da situação e hoje, 28 de Junho, encontrei-a assim. Ainda bem que tomaram a decisão de derrubar as paredes que eram mesmo um perigo.

AGORA NÃO ESQUEÇAM OS PERIGOS NAS OUTRAS RUAS...

Rua da Barreirinha
   Quem sobe pela Rua da Barreirinha, aconselho a que o faça mais pelo lado direito, pois as lascas (lousas) do telhado estão mal seguras e podem cair a qualquer momento.

E AQUI TAMBÉM HÁ PERIGO:
É uma das ruas principais da aldeia, ao lado do Largo da Fonte velha, frente à casa do senhor Carlos Coelho. O problema é o mesmo: lousas em perigo de cair para a rua. Enquanto eu observava a rua da Barreirinha, o senhor Carlos Coelho dizia em voz alta:
- Olha, as pedras aí podem cair, mas as desta casa estão também na mesma.
Olhei para a casa e de facto as pedras podem cair. Não gostei foi de ver a parede de pedra de xisto no estado em que está. Se as paredes estão a cair, se a casa está sem ninguém e desocupada, mais valia derrubar as paredes em vez de lançar para ali umas colheradas de cimento. Assim não!

Sem comentários: