07 dezembro 2009

A OBRA DO DR. ARTUR COELHO



   Testemunhos:

«ola...olha sei k há um optimo no edificio topázio, na avenida emidio navarro. É o Dr Artur Coelho. As minhas cunhadas andam cá com as filhas e gosa muito do atendimento».

«Cristina:
Conheço este excelente médico e pessoa já há 18 anos. Foi Pediatra da minha sobrinha e actualmente é Pediatra do meu filho João. Está sempre disposto a ajudar e a atender as crianças, mesmo que isso implique ficar no consultório até muito tarde».




Querido PAPÁ

Só para te dizer que foste o maior herói do Mundo.
A Mãe também!
Lutou por ti até ao último segundo!
Já te disse o que foste, o que és e o que serás!
Admiro-te como ninguém!
Cuida bem de mim, da Mamã e das manas.
Não tenho mais palavras.
Já disse muitas na igreja!
Estou sem palavras.
Amo-te muito meu PAI
Muitos beijinhos do tamanho do Universo
Olharei sempre para as estrelas!

«Catarininha»

5 comentários:

albertina disse...

Neste momento não há palavras que aliviem a dor, mas saibam que o vosso pai, marido, irmão etc. foi não só um grande médico como um ser humano excepcional. Falo do que sei, foi médico dos meus filhos durante 17 anos e esteve sempre disponível nos momentos de aflição. O meu muito obrigada para sempre.

Cristina disse...

Dr. Artur... Eis o nome que se pronunciava em casa sempre que algo de errado se passava com o João! Foi um grande privilégio ter conhecido esta pessoa maravilhosa. Todas as consultas, mesmo aquelas em que o João ia bastante doente, eram convertidas em momentos de alívio e bem estar, tanto para o meu filho como para nós pais. Criaram-se laços para toda a vida (é pena não ter sido muito mais longa),laços que não são apenas de gratidão e amizade mas também de admiração, respeito e confiança ilimitada.Laços que não se perdem com o seu desaparecimento. Era um sábio! O seu olhar atento e astuto, a sua forma muito particular de ouvir as crianças eram algo de mágico!A única palavra que temos cá em casa neste momento é "Saudade". Ainda tínhamos esperança de o voltar a ver... Para a Helena, filhas, irmã e restantes familiares, as nossas condolências. Catarininha, também perdi o meu pai há muito pouco tempo.Sei como se sente.Para nós os pais são eternos e não aceitamos que partam. Eu ainda não consegui aceitar.Restam-me as memórias... Onde quer que esteja Dr Artur, fique sabendo que deixou o seu legado nas muitas crianças que tratou.Sentiam-se felizes nos dias de consulta. Um sorriso valia mais do que tudo! Conseguia arrancar-lhes sorrisos, mas também os medos,angústias e dor. Muito obrigada.
Cristina Rigueiro e João Carlos Rigueiro Gomes

albertina disse...

No dia 7 fiz um pequeno comentário acerca desta infeliz notícia mas depois de ler o que algumas pessoas tem dito à cerca desta Senhor senti necessidade de partilhar algo mais concreto.
Este Homem fez parte da vida dos meus filhos, por consequência da nossa, porque foi o médico deles desde sempre.
O Dr. Artur estava sempre sempre disponível, quando a situação o exigia, com a sua grande competência e profissionalismo mas sempre atento às pessoas, aos seus sentimentos, à sua situação sócio-económica. Com aquele seu olhar sábio inspirava confiança!
Lembro-me de quando o meu filho João teve meningite, já lá vão 14 anos, liguei-lhe muito aflita, ele respondeu: -Não pode ser! traga-o às 2 horas.
Nunca mais o largou até ele estar curado.
Lembro-me de quando a minha filha teve uma pneumonia, que uns não diagnosticaram e outros não medicaram corretamente,o procuramos no 10 de Maio de 2007 ele, simplesmente olhou para ela e disse: -Rita estás muito doente minha querida.
Afinal ele estava muito mais doente! Não podíamos imaginar!
Cada vez que revejo estas imagens, mentalmente, as lágrimas correm.
O Dr. Artur faz-nos tanta falta!
Fica a dor, a angústia, a saudade mas também uma enorme gratidão.
Desculpe o atrevimento, mas para si Catarininha, o seu Querido PAPÁ não pode ser só uma estrela, de certeza que ele é um Anjo que vos há-de ampar, a vós e também aos seus doentes.
Albertina Morais e António Santos

Anónimo disse...

Neste preciso momento estou sem palavras, estando por isso a fazer um enorme esforço para dizer algo do muito que sinto dever comunicar acerca deste Homem.
Foi pediatra da minha filha e sempre que a ele recorri, o seu sorriso e olhar astuto e sábio tranquilizavam - me a mim como pai, com quem ele gracejava dizendo, que pela minha ansiedade precisava começar a tratar primeiro.
Por tudo o que fez por mim e pela minha filha, onde quer que esteja, o meu muito obrigado e fica a promessa de quando nos encontrarmos lhe dar um abraço de eterna gratidão.
A filha que só conheço pela fotografia que o Pai orgulhosamente ostentava no consultório, mas que me fez chorar de verdade pela leitura das palavras, o meu muito obrigado pelo seu Pai, aconselhando - a na vida a ser semente da sabedoria, humildade e solidariedade que o seu pai sempre cultivou.
Deixem - me chorar um pouco mais, pois a vida é mesmo injusta.

Cristóvão disse...

DIZER ADEUS
Uma lágrima que brota do Coração, um Sentimento Profundo de Amizade, Carinho e Afecto.
Um dizer Adeus a alguém que nasceu e cresceu na nossa Terra Natal.
Um dizer Adeus a Alguém que soube disponibilizar o seu Tempo, Sabedoria, Simpatia e Simplicidade pelos seus familiares e pacientes.
Um dizer Adeus a Quem serviu de Guia, de Esperança e Alivio no sofrimento de Todos aqueles que de Si necessitaram.
A Humildade recebe-se no berço, no seio da família e transmite-se se for sincera. O Sr. Dr. Artur foi para nós modelo dessa humildade.
Neste momento de tanto sofrimento e desolação queremos prestar-lhe a última homenagem e dizer a toda a sua família que com ela estamos solidários…
SR.DR.ARTUR
Morreu para o Mundo mas ficará sempre presente num cantinho muito especial do nosso Coração, Malcata muito lhe deve.
Quem poderá esquecer alguém cujo coração parecia do tamanho do Mundo? Ninguém…!
Que tantos anjos o esperem como crianças ajudou a crescer numa vida sã e saudável. Pena é, que não tenhamos podido fazer por si, aquilo que fez pelos nossos filhos.
Deus o Recompensará…

Bem-Haja
Maria da Conceição Gonçalves Gomes Cruz