08 junho 2017

ENTRE QUEM VIER POR BEM




Junta de Freguesia de Malcata
mantém páginas da internet
desactualizadas
…há anos!


A Junta de Freguesia de Malcata tem duas páginas na internet e uma página na rede social Facebook. Infelizmente, como acontece com outras juntas de freguesia, estão desactualizadas e as informações nelas contidas são insuficientes e se comparar a página que me parece ser a mais recente: http://www.malcata.org/, com esta mais antiga: http://www.malcata.sabugal.pt/index.php?option=com_content&task=view&id=29&Itemid=39, para além de novo desenho gráfico, nada se alterou.


                 Primeira Porta:



Segunda Porta:


                                       As páginas da Junta de Freguesia na internet

   
   Um cidadão que pretenda consultar informação sobre a nossa aldeia, mais lhe vale procurar noutro sítio. É que nem a MENSAGEM  do senhor presidente temos o prazer de ler, não podemos saber quem são os líderes da freguesia, nada sobre a história da aldeia, o mesmo acontece o acesso a documentos, planos, orçamentos, porque a resposta que recebemos é sempre esta “informação brevemente disponível…” . Bem só me resta consultar as ÚLTIMAS NOVIDADES e algumas fotografias!
   Lamento que esta excelente ferramenta, diria mesmo uma boa ferramenta sobretudo para auxiliar a melhorar a qualidade de informação e de aproximação entre o poder local e os cidadãos. Mesmo aquelas pessoas mais avançadas na idade, quando lhes é dada a oportunidade de experimentar a internet, sentem-se até mais integrados na nossa comunidade e não tão distantes das ideias dos netos que se admiram porque não aproveitam a poupar tempo, dinheiro, filas de espera, ter curiosidade em saber o que se vai fazendo lá pela junta.
   A internet é considerada uma porta e todos sabemos que pela porta entram coisas boas e coisas más. Mas quando essa porta raramente se abre, pouco entra e pouco sai, pelo menos aqueles cidadãos que vivem na aldeia e já sabem e gostam de entrar por essa porta e todos os outros malcatenhos e cidadãos que por isto ou por aquilo, se interessam em conhecer melhor a aldeia de Malcata. Veja-se como hoje se marcam as férias num hotel, isso está à distância de uma consulta na internet! Eu se quiser marcar uma consulta no meu médico de família, já o posso fazer utilizando a internet…estão a ver as vantagens de manter a porta da junta de freguesia aberta dia e noite, mesmo que o pessoal da junta esteja a descansar após um dia de trabalho cansativo?
   Mas atenção, este desleixo relativamente ao funcionamento da página da junta de freguesia de Malcata não é só de agora, essa porta desde que ela foi inaugurada e pela qual todos nós pagamos, pouco ou muito, mas custa dinheiro à nossa comunidade, vem desde que foi instalada na nossa freguesia.
   Para lhes dar um exemplo concreto da utilidade de manter a página actualizada e de “porta aberta”, há uns tempos, através do sítio “A Minha Rua” a que a Câmara Municipal está ligada, pedi informação acerca do nome de uma rua em Malcata que encontrei numa das minhas pesquisas no site da Câmara do Sabugal. Entrei pela “porta” e pedi esclarecimentos a quem de direito e mostrei documentos a provar o que eu tinha visto. Depois de lerem a informação e consultarem os documentos existentes na Câmara do Sabugal, aperceberam-se que realmente tinha havido um erro e que ia ser corrigido e mais me foi dado a conhecer que as coisas ficaram em águas de bacalhau, ou seja, as possíveis alterações não tinham sido aprovadas. Como veem, desde Matosinhos, entrei na “porta” da Câmara Municipal e saí bem informado sobre a dúvida que tinha encontrado.
   Malcata já não é aquela pequenina aldeia, lá escondida aos pés da Serra da Malcata. A nossa aldeia obrigatoriamente, para o bem e para o mal, tem que abrir as portas e deixar que as pessoas entrem e saiam. Claro que há que estar vigilantes e saber quem entra e ao que vai…
mas por amor da santa, pelo futuro de Malcata e dos malcatenhos que andamos pela aldeia e por todo o mundo, vamos trabalhar mais com esta maravilhosa ferramenta, que cada vez está mais acessível, mais barata e que permite a tantas pessoas ganhar a vida!

José Nunes Martins
josnumar@gmail.com

Sem comentários: