30 abril 2010

AS FÚRIAS DO VENTO ARRASARAM MALCATA

   Este ano o mau tempo tem varrido o país de norte a sul e também as ilhas. A chuva e o vento, um pouco por todos os lados deixaram rastos de fúria. Num destes recentes fins de semana tive que ir a Malcata e alguém me relatou que a Capela de S.Domingos escapou por um triz aos ventos fortes que sopraram por lá. E meti-me a caminho ver como estavam as coisas. O cenário, mesmo depois de decorrido algum tempo, continua desolador e deu para verificar que realmente a ventania foi mesmo forte para derrubar aquelas árvores ainda jovens, mas bem constituídas e que tanto custou a crescer.
   As fotografias falam por si:
Parque de Merendas

   Raízes arrancadas da terra

 Coreto destruído...

 O coreto ficou num estado de completa destruição, sem qualquer vestígio do telhado que estava construído em madeira e coberto por telhas. Os ventos fortes partiram tudo. A Capela vá lá, foram partidas as beiras de meia dúzia de telhas e foi porque apenas roçaram os ramos da imponente árvore que caiu mesmo ali ao lado.







   Portanto, é este o actual estado em que se encontra o Parque de Merendas da Capela de S.Domingos. Há muito trabalho a realizar e este espaço necessita de uma importante reparação. Parece que a Festa da Carqueja deste ano está pensada para ser realizada neste espaço. Está situado a pouca distância da nossa aldeia, tem bons acessos, mesmo para automóveis, agora, vai-se sentir a falta deste arvoredo que o vento destruiu. Há que pensar e aproveitar esta calamidade para embelezar e reformular este parque. Para além da Capela de S.Domingos, é tempo de reunir e pensar no que se vai fazer com o coreto. Valerá a pena reconstruí-lo tal como estava? Ou deve-se remover por completo e ao "limpar" todo este recinto, que vai desde as traseiras da capela até ao cruzeiro, dotando-o de novas árvores, novas mesas, outros equipamentos? É um assunto que deve ser tratado com muito cuidado, ouvir todas as opiniões e aceitar que as ideias e as mentalidades são únicas e cada pessoa tem um cérebro único, logo pensa e age de acordo com a sua maneira de ser, estar e sentir.
   Eu, também tenho o meu cérebro pensante e tenho as minhas ideias. A realidade é o recinto está desolador e não deve continuar como está. Agora há que reunir pessoas, ideias e ao trabalho.
   Venham lá propostas, ideias ou algum arquitecto paisagista que nos ajude.
   Termino dizendo que defendo uma requalificação participada para o Parque de Merendas da Capela de São Domingos e estou certo que os malcatenses ainda lá confraternizarão bastantes vezes, contando sempre com a companhia e protecção do São Domingos.

Sem comentários: