11 junho 2009

MEDO DE MUDAR


Ninguém quer mudar
Gostamos de dizer que o País está mal e a política pior. Acusamos, há décadas, os nossos governos de serem incapazes. Na tribuna de qualquer café ou no sofá de nossa casa, culpamos os nossos representantes de favorecerem os seus proveitos pessoais e espezinharem o interesse público. Quase todos juramos que é preciso inverter o rumo colectivo e renovar o lote de dirigentes que temos.
Mas não é verdade.
Nestas eleições apareceram novos partidos com gente boa e sem vícios: (até agora) o MEP obteve 52 815 votos; o MMS, 21 633; o PH, 16 973. Em contrapartida, 164 879 cidadãos dirigiram-se às urnas para votarem em branco, inconsequentemente.
Os portugueses têm um prazer enorme em alardear a vontade de mudança desde que esta nunca se concretize.
Carlos Abreu Amorim, Jurista
http://www.correiomanha.pt/noticia.aspx?contentid=A653FA58-EB42-44D6-9C6C-B886667C6C09&channelid=00000093-0000-0000-0000-000000000093

1 comentário:

Pedro Nuno Teixeira Santos disse...

A Associação ÁRVORES DE PORTUGAL, conjuntamente com a Câmara Municipal do Sabugal e com o patrocínio da empresa Planeta das Árvores, organiza, nos dias 25 e 26 de Junho próximos, o seminário “Árvores Monumentais – Importância e Conservação”, cujo programa apresentamos de seguida.

Caso já tenham recebido anteriormente este programa, gostaríamos de chamar a atenção para o facto que o mesmo foi enriquecido com uma palestra a cargo de Jorge Paiva (professor e investigador aposentado da Universidade de Coimbra), sob o título "As Árvores e a Vida", e uma apresentação do livro "A Árvore de Natal do Senhor Ministro" de Paulo Araújo (professor e investigador da Universidade do Porto), co-autor do blogue "Dias com Árvores".

Gostaríamos ainda de realçar a presença:

- Do engenheiro Campos Andrada, técnico da Autoridade Florestal Nacional, da secção relativa à classificação de Árvores de Interesse Público.

- Da engenheira Susana Lerena, coordenadora do projecto "Árboles, Leyenda Vivas", o qual está a criar uma base de dados das árvores monumentais de Espanha, ao mesmo tempo que visa preservar o respectivo património genético, através da recolha de sementes, e pugnar pela criação de uma lei nacional de protecção das árvores monumentais.

- De Ted Green, Member of the British Empire, fundador do "Ancient Tree Forum", antigo conselheiro da "English Nature" (departamento governamental britânico de conservação da natureza) e da Coroa Britânica para a gestão de propriedades, como o Windsor Great Park.
Antigo professor de fitopatalogia na Universidade de Londres, Ted Green é um dos maiores especialistas europeus em árvores antigas.

Cumprimentos.


Pela Direcção da Associação ÁRVORES DE PORTUGAL,

Pedro Nuno Teixeira Santos